Linha emergencial de crédito para folha de pagamentos de micro, pequenas e médias empresas

Publicado dia 30 de março de 2020.

O BNDES  participa da operacionalização dos financiamentos, conectando Tesouro Nacional e bancos repassadores, sob supervisão do Banco Central.

Serão disponibilizados R$ 40 bilhões (R$ 20 bilhões por mês) para o financiamento de 2 meses da folha de pagamento de MPMEs, sendo R$ 34 bilhões oriundos do Tesouro Nacional e R$ 6 bilhões de recursos dos bancos de varejo.

CONTRAPARTIDA

A empresa que tomar o financiamento não poderá demitir, por dois meses, os empregados com salários financiados.

TAXA DE JUROS

Taxa prefixada  de 3,75% ao ano (isenta de remuneração ao BNDES e aos bancos).

PRAZO

Até 30 meses para pagamento, com carência de seis meses para cobrança de juros.

ATENÇÃO: Esta linha emergencial está em fase final de estruturação. Em breve, você poderá solicitá-la. Entre em contato com o banco de seu relacionamento para maiores informações.

Fonte:https://www.bndes.gov.br/wps/portal/site/home/financiamento/produto/linha-emergencial-folha-de-pagamentos-mpme